Boletim da ONU n.º 119

Na sua mensagem em vídeo para o Dia da Terra 2021, o Papa Francisco observou que a pandemia de COVID ensinou-nos esta interdependência, assim como "o que devemos fazer para criar um planeta justo, equitativo e ambientalmente seguro.". Notando que ambas as catástrofes globais, COVID e as alterações climáticas, mostram que não há tempo a perder, fez um apelo aos líderes mundiais " para agir com coragem, para que ajam com justiça e digam sempre a verdade às pessoas, para que saibam proteger-se da destruição do planeta, salvaguardando o planeta da catástrofe, que muitas vezes nós mesmos desencadeamos.". Nesta edição de Notícias da ONU destacamos as recentes sessões da ONU e eventos relacionados que abordam a nossa relação com a Mãe Terra - a nossa casa comum.

DOWNLOAD

Boletim da ONU n.º 118

Quando a pandemia ocorreu em Março de 2020 e os bloqueios da COVID foram aplicados em todo o mundo, a Comissão anual da ONU sobre o Estatuto da Mulher (CSW 64) foi a primeira reunião anual oficial da ONU a sentir o seu impacto. Uma conferência inclusiva de 13 dias foi reduzida a uma sessão de abertura e encerramento a um pró-forma de um dia, com todo o programa de intervenção cancelado.

Este ano, a CSW 65 realizou-se num formato híbrido de 15 a 26 de Março de 2021, com a participação limitada e socialmente distante de um delegado por estado membro na sessão de abertura e encerramento. Quase todas as restantes sessões formais e informais da reunião da Comissão foram realizadas virtualmente, assim como as intensas negociações que conduziram a um documento final com Conclusões Acordadas, aprovadas por consenso, na noite de 26 de Março, após várias sessões nocturnas. A ONG Sociedade Civil organizou mais de 700 eventos paralelos numa plataforma virtual com mais de 25.000 pessoas de mais de 150 países registados, participando em mais de 16 fusos horários. Vinte e seis anos após a 4ª Conferência Mundial sobre a Mulher em Pequim, era evidente que a luta em curso pela Igualdade de Género estava viva e bem em todo o mundo!

DOWNLOAD

Boletim da ONU n.º 117

"Uma transição socialmente justa para o desenvolvimento sustentável: o papel das tecnologias digitais no desenvolvimento social e no bem-estar de todos" foi o tema da reunião de 2021 da Comissão das Nações Unidas para o Desenvolvimento Social, realizada de 8 a 17 de Fevereiro. Embora o tema tenha sido escolhido em Fevereiro de 2020, não poderia ter sido mais relevante, dado o contexto da pandemia global da COVID, um ano mais tarde. Todas as sessões, excepto a de abertura e encerramento, foram realizadas virtualmente. Como foi observado muitas vezes durante a Comissão, num mundo onde 3 mil milhões de pessoas ainda não estão em linha, a inclusão digital precisa de ser nomeada e reconhecida como um direito humano. O roteiro de cooperação digital lançado pelo Secretário-Geral da ONU Antonio Guterres em 2020 apelou à acção para CONECTAR, RESPEITAR e PROTEGER todas as pessoas na era digital e destacou o objectivo da conectividade universal até 2030, altura em que todos deverão ter acesso seguro e acessível à Internet. O apelo para colmatar o fosso digital foi reconhecido na resolução aprovada por consenso no final da reunião da Comissão.

DOWNLOAD

Boletim da ONU n.º 116

“Ninguém está seguro, a menos que todos estejam seguros". COVAX é um dos três pilares do Acelerador de Acesso a Ferramentas COVID-19 (ACT) que foi lançado em Abril de 2020 pela Organização Mundial de Saúde (OMS), juntamente com a Comissão Europeia e a França. COVAX, é uma iniciativa global destinada a assegurar o acesso rápido e equitativo às vacinas COVID-19 para todos os países, independentemente do nível de rendimento, com o objectivo de assegurar o acesso a 2 mil milhões de doses de vacinas seguras e eficazes, aprovadas durante 2021. As primeiras são esperadas em África até Março. A 15 de Janeiro, o Secretário-Geral da ONU apelou a uma maior solidariedade global e ao financiamento total da iniciativa COVAX. "As vacinas estão a chegar rapidamente aos países de alto rendimento, enquanto que os mais pobres do mundo não têm nenhumas," disse, apelando a uma maior solidariedade global e alertando para os perigos do "vaccio-nacionalismo".

DOWNLOAD

Boletim da ONU n.º 115

O dia 12 de dezembro de 2020 marcou o 5º aniversário do Acordo Climático de Paris (2015). Para destacar a importância do dia, a ONU fez uma parceria com a França, Reino Unido (as Presidências COP 25 e COP 26) para acolher a Cimeira Virtual da Ambição Climática de 2020. Um total de 70 Chefes de Estado e de Governo juntamente com representantes do governo local e os principais líderes empresariais fizeram promessas, estabelecendo compromissos mais fortes sob pelo menos um dos três pilares do Acordo de Paris: mitigação, adaptação e finanças. Alguns países prometeram datas ambiciosas para atingir emissões líquidas de carbono zero: por exemplo, a Finlândia até 2035, a Áustria até 2040 e a Santa Sé até 2050. enquanto o Paquistão se comprometeu a não mais novas oficinas a carvão. Faltavam compromissos financeiros para ajudar na adaptação dos países mais pobres.

O Secretário Geral da ONU, Antonio Guterres, desafiou os líderes do G20 observando que os seus pacotes de recuperação da COVID incluíam gastos 50% mais com combustíveis fósseis e setores intensivos em CO2 do que com baixas emissões de CO2 e energia renovável. "Os triliões de dólares necessários para a recuperação da COVID é dinheiro que estamos a pedir emprestado às gerações futuras". Este é um teste moral. Não podemos usar estes recursos duma forma geral e travar políticas que sobrecarregam as gerações futuras com uma montanha de dívidas num planeta em quebra".

DOWNLOAD